Primark anuncia expansão do seu Programa de Algodão Sustentável, com o objetivo de formar 275 mil produtores de algodão e promover uma agricultura mais sustentável, até 2023

A expansão do programa revela novos progressos no compromisso da Primark em utilizar algodão orgânico, reciclado ou do Programa Algodão Sustentável em todas as suas roupas, até 2027

  • A Primark pretende incluir mais de 125 mil pequenos agricultores ao seu Programa de Algodão Sustentável, elevando o número total de agricultores do programa para mais de 275 mil até ao final de 2023.
  • Esta expansão permite aumentar o número de agricultores no programa em mais de 80%, tendo formado, até ao momento, 150 mil agricultores na Índia, Bangladesh e Paquistão.
  • É esperado um aumento em 60% na quantidade de algodão sustentável disponível para os produtos Primark.
  • Cerca de 27% do vestuário de algodão da Primark provém do Programa de Algodão Sustentável, que é totalmente rastreado desde a aldeia onde vivem os agricultores até à fábrica.
  • O Programa de Algodão Sustentável da Primark dá formação aos agricultores para a diminuição da utilização de fertilizantes químicos e pesticidas e de água, reduzindo assim os custos de produção e melhorando os lucros do agricultor.

A Primark anunciou hoje a maior expansão de sempre do seu Programa de Algodão Sustentável – com o compromisso de formar mais 125 mil pequenos agricultores de algodão através de métodos mais sustentáveis na Índia, Paquistão e Bangladesh, até ao final de 2023, aumentando em 60% a produção de algodão sustentável para os produtos Primark. Esta formação irá aumentar o número total de agricultores do Programa de Algodão Sustentável da Primark (PSCP) para mais de 275 mil, um crescimento de cerca de 80%, consolidando a sua posição como o maior programa de algodão sustentável da indústria da moda.

A Primark desenvolveu e lançou o programa piloto na Índia, em 2013, em colaboração com agrónomos especialistas, com a Cotton Connect e com a organização Self-Employed Women’s Association, com o objetivo de reduzir o impacto ambiental, alterar a forma como a empresa obtém o algodão e melhorar as condições de vida dos agricultores. Desde então, o programa expandiu-se para o Paquistão e Bangladesh através da expertise dos parceiros locais no mercado* e já formou mais de 150 mil pequenos agricultores, 80% dos quais são mulheres.

O algodão sustentável da Primark é cultivado através de um processo único do CottonConnect’s REEL (responsible environment enhanced livelihoods) Programme. Os produtores de algodão vão ter formação durante três anos para abordar a dependência excessiva de fertilizantes químicos e pesticidas, a fim de preservar a biodiversidade e ajudar a mitigar as alterações climáticas. O programa, para além de ajudar a construir uma cadeia de fornecimento transparente e resiliente, dá retorno às comunidades agrícolas locais.

Em média, os agricultores do programa utilizam menos 40% de pesticidas e fertilizantes químicos e menos 10% de água por acre, com um aumento de 14% no rendimento e crescimento de 200% nos lucros**. No futuro, o programa vai centrar-se no restabelecimento da biodiversidade com 100% dos agricultores do programa a adotarem práticas mais regenerativas, até 2030.

O Programa de Algodão Sustentável apoia o compromisso da Primark de que 100% do algodão das suas roupas será proveniente deste Programa, com algodão orgânico ou reciclado, até 2027 e também de produzir todos os seus produtos a partir de fibras recicladas ou materiais de origem mais sustentável, até 2030. O algodão é a fibra mais usada nas roupas da Primark – mais de metade são produzidas principalmente com algodão – e, hoje, mais de um quarto (27%) das roupas de algodão são feitas com algodão do Programa Algodão Sustentável, 4% de algodão orgânico e 2% de algodão reciclado.

Todos os produtos podem ser facilmente encontrados pelos clientes em loja através de um coração azul da marca Primark Cares, disponível em todas as secções desde ganga a capas de edredão, t-shirts a toalhas, roupa para mulher, homem e criança e artigos para a casa.

Lynne Walker, Diretora da Primark Cares, afirmou:
“Desenvolvemos o nosso Programa de Algodão Sustentável com os nossos parceiros há quase uma década para reduzir o impacto no ambiente, apoiar as condições de vida dos agricultores e melhorar a produção de algodão. Estamos muito orgulhosos do quão longe chegámos, consolidando a nossa posição como o maior programa de algodão sustentável da indústria da moda. Demorou algum tempo a construir um programa desta dimensão, mas o impacto positivo que teve na subsistência de milhares de agricultores significa que podemos continuar a sua expansão, beneficiando mais agricultores e apoiando a nossa ambição de oferecer aos nossos clientes opções mais sustentáveis na Primark.”

“O Programa de Algodão Sustentável desempenha um papel fundamental na nossa visão a longo prazo para tornar a roupa mais sustentável e acessível a todos. Mais de metade das nossas roupas são produzidas com algodão pelo que, ao aumentar o número de agricultores, vamos poder cumprir o nosso compromisso de que todo o algodão utilizado na roupa Primark será orgânico, reciclado ou do nosso programa até 2027.”

Alison Ward, CEO da CottonConnect, afirmou:
"Temos muito gosto em continuar a nossa parceria de longa data com a Primark para colaborar no maior programa de algodão sustentável da indústria da moda. Um programa desta escala é sempre complexo, mas trabalhar em estreita colaboração com a Primark e os seus parceiros locais significa que podemos apoiar as ambições da Primark e, assim, apoiar o sustento de milhares de agricultores. Aguardamos com muita expectativa a próxima fase deste programa e veremos o impacto positivo que terá para muitas outras comunidades agrícolas.”

Reema Nanavaty, Presidente da Self-Employed Women's Association (SEWA) e RUDI***, afirmou:
“Ao sermos parceiros da Primark e da Cotton Connect conseguimos reforçar o conhecimento das mulheres sobre os métodos sustentáveis de cultivo de algodão. Através da nossa formação conseguimos ajudar agricultores a reduzir os custos de produção, adotar métodos agrícolas mais amigos do ambiente e também aumentar os seus ganhos. Este programa é a prova que, com investimentos a longo prazo, as agricultoras podem ajudar a construir resiliência financeira para si próprios, para as suas famílias e para as comunidades. É incrível ver até onde este programa chegou desde 2013, quando começámos com apenas 1.200 agricultoras de algodão na Índia e onde está hoje, melhorando os meios de subsistência de mais e mais agricultores na Índia.”

Para assegurar a rastreabilidade do algodão do programa, a Primark deu continuidade à parceria com a Oritain para verificar a origem do algodão do Programa Algodão Sustentável. Ao utilizar a ciência forense, a Oritain é capaz de identificar o algodão do programa, oferecendo garantias à Primark e aos seus clientes que o algodão deriva do seu Programa de Algodão Sustentável.

Para mais informações sobre o Programa Algodão Sustentável da Primark, visite https://www.primark.com/en-gb/primark-cares.

FIM

*Os parceiros de implementação local da Primark incluem agora a Sociedade de Educação Rural e Desenvolvimento Económico (REEDS) no Paquistão e Thengamara Mohila Sabuj Sangha (TMSS) no Bangladesh.

**As percentagens são comparadas com os agricultores de controlo. Os resultados médios do Programa Algodão Sustentável da Primark na Índia, 2013 – 2019, com base nos resultados de 6.274 agricultores do programa e 363 de controlo no mesmo período.

***RUDI é uma iniciativa agronegócios criada e gerida por membros femininos da SEWA. Adquire produtos de pequenos agricultores, acrescentando valor ao stock e vende-os na comunidade.

Para mais informações:
Primark Press Office
Email: corporate_pr@primark.ie

OmnicomPR Group Portugal:
Elia Henriques – elia.henriques@omnicomprgroup.com – tlm. +351 93 883 17 26
Filipa Fonseca – filipa.fonseca@omnicomprgroup.com – tlm. +351 96 732 98 20

Sobre a Primark

A Primark é um retalhista internacional que emprega mais de 65.000 colaboradores, em 14 paises da Europa e dos EUA. Fundada na Irlanda, em 1969, sob o nome de Penney, a Primark oferece aos consumidores as últimas novidades em moda, beleza, produtos para a casa e acessórios a preços acessíveis. Focada em oferecer experiências de compra em loja, a Primark continua a sua expansão em novos mercados e nos já existentes, com o objetivo de abrir 530 lojas até ao final de 2026, incluindo os mercados da Roménia e Eslováquia.

A Primark está a trabalhar para tornar a moda mais sustentável e acessível para todos e está focada em dar uma maior durabilidade às roupas, protegendo a vida no planeta e melhorando a vida das pessoas que produzem os seus produtos. Nesse sentido, a Primark revelou uma série de compromissos em que está a trabalhar para atingir até 2030, que incluem produzir todas as suas roupas com materiais reciclados ou de origem mais sustentável, garantir que as roupas são recicláveis por design, reduzir as emissões de carbono para metade em toda a cadeia de valor, remover plástico de uso único e lutar por um salário digno para os colaboradores da cadeia de fornecimento.

Sobre a CottonConnect

A CottonConnect está a reinventar o futuro das cadeias de fornecimento, ajudando as marcas a comprar matérias-primas mais robustas, resilientes e bem-sucedidas de forma mais justa e sustentável. A CottonConnect ajuda a melhorar a sustentabilidade das cadeias de fornecimento do mundo. Isso permite que os produtores têxteis e agricultores de matérias-primas trabalhem de forma mais responsável e beneficiem de melhores meios de subsistência. Também ajuda as marcas a ter acesso a algodão mais sustentável e a outras fibras naturais para criar cadeias de fornecimento transparentes, rastreáveis e resilientes que continuarão a fornecer as melhores matérias-primas - agora e no futuro. Mais informações em: www.cottonconnect.org/